Constelação Familiar

Constelação familiar é perigoso? Quais perigos?

constelação familiar é perigosa

Assim como acontece em outras abordagens terapêuticas, a Constelação familiar ainda recebe críticas de muitas pessoas. Todavia, grande parte dessas pessoas apontam aspectos compreendidos de modo equivocado a respeito da segurança dessa terapia. Será mesmo que a Constelação familiar é perigoso para nós? É o que vamos descobrir agora.

Constelação familiar é perigosa?

Nós queremos deixar claro que é incorreto afirmar que Constelação familiar é perigoso para as pessoas. Sendo uma prática terapêutica, a Constelação familiar tem o intuito de melhorar a vida dos pacientes. Logo, pode ser usada de modo seguro para reconectar uma pessoa com as causas do seu sofrimento e solucioná-lo.

Além disso, certamente não há nenhum mal em alguém poder se reconciliar com a família. Esse método terapêutico proporciona a clareza que o paciente necessita para entender o que o adoece. Já que a resposta se encontra em nosso interior, a Constelação fornece a clareza necessária para nós alcançarmos esse saber.

Os “perigos” da Constelação familiar que algumas pessoas temem nada mais são do que a verdade que ela revela. Por meio do amor, a terapia consegue reorganizar nossa problemática interior para que haja paz na família. Assim, todos nós podemos terminar ciclos viciosos que apenas nos causam dor e sofrimento.

Base científica

Um dos argumentos a respeito da Constelação familiar ser perigosa para as pessoas é que não há dados científicos conclusivos. A Constelação é um processo fenomenológico, que varia de caso para caso em paralelo com outras abordagens médicas convencionais. Dada à maneira como funciona, se tornou alvo de alguns críticos que questionam esse sistema de cura.

É fato que a Constelação sistêmica não deve ser utilizada como tratamento convencional, substituindo a medicina comum. A terapia deve ser aplicada com o propósito de expandir a percepção do paciente sobre os problemas que ele tem. Trata-se de fazer um complemento, enriquecendo o núcleo emocional do indivíduo para que ele saiba quais escolhas deve tomar.

Em vista disso, é equivocado uma pessoa julgar os resultados obtidos pela terapia por ela não seguir caminhos clínicos convencionais. Tanto que alguns órgãos brasileiros utilizam a terapia sistêmica para melhorar o atendimento em processos e disputas judiciais. Por causa dessa iniciativa que o Judiciário conseguiu a melhora significativa da qualidade e quantidade dos processos existentes.

Os verdadeiros perigos da Constelação familiar

Provavelmente você já ouviu que a diferença entre o remédio e o veneno é a dosagem utilizada. De modo semelhante, a forma como a Constelação é usada e percebida por algumas pessoas pode trazer resultados insatisfatórios. A Constelação familiar é perigoso para alguém quando:

O constelador não é preparado

Se há algo que prejudica bastante a terapia sistêmica, é a falta de preparo do terapeuta. Muitas pessoas não receberam a educação necessária para serem profissionais devidamente treinados e qualificados. Logo, o trabalho exercido por ele pode fazer mais mal do que bem como imagina.

Falta de abertura do constelado

Por outro lado, se o constelado não abraça por completo essa tentativa de reconciliação dificilmente será atendido como espera. É normal haver relutância contra a terapia, dada à forma como ela age. Entretanto, se uma pessoa não está disposta a ser tratada, ela certamente não terá uma boa experiência nessa abordagem.

Excesso de misticismo

Ao contrário do que muitas pessoas acreditam, a Constelação não é algo místico ou ligado a espíritos. Essa técnica vai expandir a sua consciência para que perceba os movimentos ocultos da família através de representações terapêuticas.

O mundo sistêmico é real

Como nós dissemos anteriormente, a Constelação familiar não lida com espíritos ou coisas do gênero. Infelizmente, esse olhar simplista a respeito da Constelação familiar é perigoso sob muitos aspectos. Principalmente quando o trabalho dos profissionais da área é marginalizado e incompreendido injustamente.

Em suma, a Constelação serve para trabalharmos os problemas que temos e que são relacionados com a família. A cada sessão podemos compreender claramente como eventos do nosso passado repercutem atualmente e nos atrasam de crescer. Assim, temos uma ferramenta que nos ensina a compreender as dificuldades e como nós podemos superá-las.

    NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




    Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Constelação.

    Ser paciente faz diferença

    Se uma pessoa deseja ter resultados imediatos através da terapia sistêmica, com certeza a Constelação familiar é perigoso para ela. Uma pessoa não deve apressar um trabalho que é construído de modo cuidadoso e sequenciado. Por exemplo, você não pode pedir que um familiar deixe de ser encrenqueiro e se torne um monge do dia para a noite.

    Ademais, se uma pessoa chega com esse tipo de urgência na terapia ela apenas se frustrará ao não ser atendida como deseja. Quando temos expectativas grandes a respeito de problemas internos, precisamos ser pacientes para chegar nas respostas desejadas.

    Nós precisamos lembrar sempre que o trabalho realizado com a Constelação é um processo feito em camadas. O paciente será exposto a raiz do problema na terapia, entendê-la, saber como o afeta e tomar decisões para terminar o ciclo.

    Por que fazer a Constelação familiar?

    A Constelação familiar é perigoso para aquelas pessoas que não desejam crescimento e mudança. Se não for o seu caso, a terapia sistêmica pode te ajudar a:

    • ressignificar as suas dores pessoais, trazendo um novo sentido para elas e propósito para você;
    • melhorar o autoconhecimento, permitindo que você consiga enxergar suas necessidades e capacidade de realização pessoal;
    • ser resiliente, dando para você uma proteção e amparo emocional para que se encoraje a crescer na vida;
    • reavaliar o mundo em que você vive para, então, traçar metas produtivas de crescimento.

    Curso do Constelação Clínica

    Um curso de Constelação é perfeito para uma pessoa desmistificar que Constelação familiar é perigoso. O curso online do Constelação Clínica é perfeito para essa tarefa. Sendo um curso completo e online, você pode aprender de onde quiser com apoio integral de instrutores qualificados.

    Além da parte teórica, você será instruído a trabalhar suas novas habilidades na prática. Não apenas com outras pessoas, mas melhorar consideravelmente a sua vida pessoal e profissional como precisar. Clicando aqui, você pode transformar a sua vida de modo surpreendente agora mesmo.

    Considerações finais sobre Constelação familiar é perigoso

    A Constelação familiar é perigosa somente para as pessoas com medo de saberem a verdade de suas vidas. O propósito principal da terapia é revelar as causas dos problemas que afetam as nossas vidas. Incluindo a razão de estarmos doentes, pois parte de nossa saúde está ligada aos nossos relacionamentos familiares com ancestrais próximos.

    Se você não está doente, pode usar esse conhecimento para melhorar a sua vida pessoal e profissional. Afinal, todos desejam uma pessoa capaz de solucionar conflitos e trazer equilíbrio para um lugar. Logo, você será esse indivíduo importante e necessário para fazer um grupo assim em sincronia.

    Por fim, fazemos um convite para você conhecer o nosso curso online de Constelação familiar. Não só vai melhorar o seu autoconhecimento, mas também a sua capacidade de transformação e mudança pessoal. Nossa equipe vai desfazer o mito de que a Constelação familiar é perigoso ao mostrar os ganhos que a terapia pode trazer.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    6 + 9 =