Constelação e Relacionamentos

Amor recíproco: como ter reciprocidade no amor

Todos querem ter um amor recíproco, ou seja, amar uma pessoa e ser amado por ela na mesma intensidade. Então, veja o nosso post sobre o assunto.

Todos querem ter um amor recíproco, ou seja, amar uma pessoa e ser amado por ela na mesma intensidade. Então, veja o nosso post sobre o assunto.

O que é reciprocidade no amor?

A palavra reciprocidade está associada com retribuição, em devolver o bem com o bem. Assim, quando falamos sobre as relações humanas, o amor recíproco é baseado na criação de laços poderosos. Aliás, nesse relacionamento há entrega, cumplicidade, compartilhamento e apoio.

Desse modo, quando os relacionamentos não tem reciprocidade, pode haver conflitos. Isso porque a doação e o recebimento são o que torna as relações equilibradas e sólidas. Então, o amor e a reciprocidade devem ser as bases dos relacionamentos!

Afinal, os relacionamentos prosperam muito quando o casal está envolvido em se doar um para o outro. Isso porque, eles oferecem apoio e compartilham os momentos de alegria e de tristeza. Por fim, essa é a essência do amor recíproco:

  • compartilhar;
  • trocar;
  • agregar.

Como ter reciprocidade no amor?

Antes de mais nada é preciso que o casal esteja unido para este propósito. Por isso, ambos necessitam ser capazes de aceitar a responsabilidade e o papel de cada um nessa relação. Além disso, a interdependência de um relacionamento saudável precisa que os dois aceitem as suas funções.

Assim, uma pessoa do relacionamento não pode levar toda a culpa enquanto a outra aponta o dedo. Por isso, aceitar essa responsabilidade exige que os dois tenham um alto nível de maturidade emocional. Ainda, se as duas pessoas decidirem ter um relacionamento saudável, é fundamental que elas tenham tempo para conversar. Logo, o assunto precisa ser sobre os objetivos, expectativas e valores pessoais de cada um.

Respeito é um passo importante para ter reciprocidade no amor

O respeito deve estar presente em todas as áreas do casal, por exemplo, no campo profissional, pessoal e social. Portanto, as crenças, criatividade e as tomadas de decisões também devem ser respeitadas.

Por isso, as pessoas necessitam ser honestas consigo mesmas a fim de serem honestas com o cônjuge. Aliás, caso não haja respeito, o amor não irá crescer e se desenvolver. Como resultado, há sofrimentos e conflitos no relacionamento.

Saiba mais…

Agora a dica é para quem está iniciando um novo relacionamento, seja ele um casamento ou um namoro. Nesse sentido, um pensamento fundamental que deve perpetuar nessa relação é que a reciprocidade é vital.

Então, os casais novos precisam se comprometer em realizar conversas íntimas e sinceras sobre o que sobre o que eles e o que é amor para cada um deles. Além disso, é necessário falar como planejar, desenvolver e manter a reciprocidade no relacionamento.

Outra questão é que a atração inicial não é suficiente para solidificar as bases de um relacionamento. Para que isso ocorra, é necessário trabalhar as habilidades como o respeito, reciprocidade e a comunicação.

Amor recíproco: dar e receber

Não ajudar o outro nos momentos de dificuldade pode ser um sinal que não está havendo reciprocidade no relacionamento. Aliás, comportamentos simples como não deixar o outro escolher um programa no final de semana ou fazer com que o cônjuge banque tudo também servem de alerta.

Portanto, esses são alguns exemplos de comportamentos egoístas e unilaterais. Estes minam a união do casal no dia a dia. Logo, essas atitudes podem acabar com o relacionamento. Então, para não ter esse tipo de resultado e ter um amor recíproco é necessário resolver isso de forma simples.

NÓS RETORNAMOS PARA VOCÊ




Quero informações para me inscrever na Formação EAD em Constelação.

Assim sendo, o casal precisa se apoiar mutuamente em todas situações, sejam elas boas ou ruins. Outra atitude simples é dividir as contas, além de reconhecer e valorizar os talentos de cada um. Por fim, sempre estar atento às necessidades do outro.

Leia também:  Relação pais e filhos: 7 dicas da Constelação Familiar

Entenda mais…

Por fim, é importante destacar que só se conquista a reciprocidade de uma pessoa quando ela está aberta a dar o seu melhor para você. Em outras palavras, não é recomendado sacrificar suas vontades e exigir da pessoa algo que ela não quer dar.

Então, se você deseja ter reciprocidade no amor busque alguém que queira ser um companheiro(a) de verdade. Por isso, é preciso observar esta característica de forma imediata. Afinal ela se dedicará na mesma medida que você para ter um relacionamento saudável.

Porém, isso não impede que você, pelo menos, tente sensibilizar a pessoa, caso ela não apresente esse comportamento no início. Desse modo, mostre a ela os motivos pelos quais é importante ter um amor recíproco. Contudo, ao perceber que você está dando mais do que recebendo, é o momento de rever esse relacionamento amoroso.

O que fazer quando não há reciprocidade no amor?

Nesse sentido, embora a reciprocidade seja muito bonita, é necessário falar quando ela não acontece. Aliás, isso é algo muito muito comum e mesmo assim não deixa de ser doloroso. Afinal, o sentimento de rejeição pode doer tanto que se torna até uma dor física.

Como sabemos, tudo na nossa vida passa, já que a nossa existência é repleta de ciclos. Ou seja, nada permanece para sempre. Mas para que isso ocorra, é necessário compreender que não está em uma relação saudável e com equilíbrio.

Aliás, há pessoas que mentem para si mesmas por terem medo de perderem quem ama. Assim, tal comportamento pode resultar em um processo muito doloroso.

Saiba mais…

Por isso, o melhor caminho para sair dessa situação, é perceber que esse amor não é recíproco. Além disso, para resolver essa questão, é preferível colocar um ponto final na relação. Entretanto, é importante ressaltar que não há nenhum problema com você.

Entenda que talvez você ainda não encontrou alguém que se dedique com a mesma intensidade do que você numa relação. Entretanto, é preciso tomar cuidado para que os outros não brinquem com os seus sentimentos.

5 formas para saber se você tem um amor recíproco

Para finalizarmos o nosso post, trouxemos algumas perguntas que poderão te ajudar a refletir se você está em relacionamento que tem reciprocidade. Afinal, o autoquestionamento é uma maneira poderosa para se conhecer melhor e entender diversas áreas da vida.

Então, reflita:

1. Essa pessoa te apoia emocionalmente? Ou seja, ela te ajuda superar um momento difícil ou te encoraja a realizar algo que gostaria de fazer?

2. O seu parceiro(a) está ao seu lado em momentos marcantes da sua vida?

3. Você sente que pode ser totalmente honesto com ela(e), mesmo que o que você disser possa gerar um conflito?

4. Essa pessoa inspira você de alguma maneira, seja por suas palavras ou atitudes?

5. Você sente que essa pessoa se preocupa com você e deseja o melhor?

Vale ressaltar que não há pontuação para essas questões e nem um resultado específico. Isso porque essas perguntas têm a intenção de gerar uma reflexão. Além disso, o importante é sentir de algum jeito quando nos doamos e a retribuição não vem.

Considerações finais sobre amor recíproco

Esperamos que você tenha gostado do nosso post sobre amor recíproco. Por isso, te convidamos a conhecer o nosso curso online de Constelação Familiar. Com as nossas aulas, você desenvolverá o seu autoconhecimento. Por isso, não perca essa grande oportunidade de mudar seus relacionamentos! Então, inscreva-se já e comece ainda hoje.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

oito + três =